Karina Bidaseca

KARINA BIDASECA

Karina Bidaseca é Pós-Doutora em Ciências Sociais, Infância e Juventude, sua pesquisa de pós-doutorado trata de corpos na diáspora, discutindo as teorias sobre a pós-colonialidade desde a epistemologia do Sul. Atualmente é professora associada de Sociologia, da Faculdade de Ciências Sociais, UBA e na Universidad Nacional de San Martín, lecionando também na de pós-graduação em diferentes universidades nacionais e estrangeiras. Dirige projetos de pesquisa sobre questões de conflitos territoriais e violência contra mulheres subalternas (CONICET), também é coordenadora do programa “Sur-Sur” do CLACSO – Conselho Latino-americano de Ciências Sociais, que propõe a construção de pontes de intercâmbio no Sul, entre África, América Latina, Ásia e Meio Oriente. Publicou diversos livros e artigos, sendo convidada para diferentes conferências e mesas redondas de nível internacional e nacional. Entre suas publicações destaca-se seu livro “Perturbando al texto colonial. Los estudios (pos)coloniales en América Latina”, Buenos Aires, Ed. SB, 2010, sua tese de doutoramento “Antes de la tormenta, signos de la insurgencia colona en el desdoblamiento del tiempo. Una tesis sobre su identidad intersticial y la búsqueda de comunidad en un siglo de existencia", Universidad de Buenos Aires (2005)” e seu artigo “Mujeres blancas buscando salvar a mujeres color café: desigualdad, colonialismo jurídico y feminismo postcolonial”.
Suas pesquisas atuais versam sobre: Estudos pós-coloniais, feminismo pós-colonial, movimentos sociais rurais.